Frente Integralista São Gonçalense

A Revolução de que precisamos

 Destaques
abril 23
23:05 2017

07 de março de 2017

Os tolos apoiam golpistas, se debruçam sob ditaduras e se valem de torturas apenas para calar a boca daqueles que podem provocar uma verdadeira revolução, e a verdadeira não pode ser outra senão a operária que num de seus fins erguerá a tão necessária reforma agrária.

Nós os Integralistas não somos traidores da Pátria, não idolatramos os Estados Unidos, pois, este e o seu capitalismo agressivo são os causadores de toda a sorte de desgraças do mundo moderno, se por um lado não apoiamos os Estados Unidos e suas ações bem como a repudiamos, por outro também não apoiamos os ideias socialistas. Oque nós buscamos de fato é a derradeira redenção de nossa Pátria, a derradeira Revolução do operariado sindical, a Pátria que sonhamos e pela qual lutamos não se contempla no Capitalismo e muito menos no socialismo, a nação que desejamos se sustenta pela honra e dignidade humana de cada cidadão brasileiro e cada estrangeiro que aqui vive e trabalha.

Os capitalistas apesar de seu discurso em tese nacional, não fazem outra coisa senão roubar tudo aquilo que é nosso por direito e entregar nas mãos de estrangeiros, eles roubam nossa Pátria quando bens antes públicos tornam-se privatizados, eles escravizam nosso povo quando querem que o trabalho seja terceirizado, eles violam nossa terra quando apoiam que estrangeiros invadam a nossa Amazônia, a América Latina é do povo Latino- Americano e não propriedade dos Estados Unidos da América que com a sua política ríspida escraviza todo o mundo que se abre as suas loucas venturas.

O Integralismo por sua vez é um grito de clemência por toda Pátria, e não apenas um grito, somos a voz que não se cala, o braço que não se encolhe, nós queremos construir o glorioso Brasil, uma nação sem ditaduras, sem violações a dignidade humana por parte de nossos governantes, de foto concreto desejamos um Pátria realmente livre. Reconhecemos que o grande mal de nosso povo consiste em colocar o depósito de sua fé política nos partidos corruptos e nas vãs ideologias, ao invés de firmarem seus alicerces no espírito nacional, a nossa revolução não consiste num movimento da burguesia e sim do campesinato, queremos a união de toda classe trabalhadora em torno da construção do glorioso Brasil, repudiamos o espírito escravista da burguesia que de fato consiste no grande atraso de nossa nação, com isto porém não nos colocamos de contra as pessoas que dignamente conquistaram o seu dinheiro e galgaram a classe burguesa, nós nos colamos na frente de batalha contra toda a sorte de crápulas que violam o nosso povo, a nossa gente em favor do grande capital internacional, são as grandes corporações desejosas de que as leis trabalhistas conquistadas a muita luta e derramar de sangue nos últimos anos , caiam por terra, o nosso derradeiro inimigo. Estes apátridas insensatos que não enxergam um palmo a frente de seus olhos se não for através da ótica do capital, estes que almejam condições escravocratas de trabalho semelhantes as do século XIX, são os mesmos que lutam contra os direitos sociais conquistados nos últimos anos, que manipulam a população valendo-se de um falso espírito nacionalista em cujo erguer uma bandeira de nossa Pátria e cantar o seu hino nacional parece limpar a imagem de qualquer pessoa tornando-a ilibada, esta gente cheira a torturas, tenentismo, escravismo, falso moralismo, são estes os verazes atrasados de nosso Brasil.

Massacram os operários nas fábricas tanto quanto a lei os permite, aferem mazelas sob o pobre e humilde homem do interior, fogem de todas as formas possíveis do avanço e do progresso, ainda que nas suas bocas esteja a palavra progresso, contra ele lutam, por causa de sua ganância desenfreada é que os grandes senhores de terra equiparados pelas grandes corporações afiançadas no capital estrangeiro impedem a implementação da derradeira revolução, eles lutam com todas as suas entranhas contra aquilo que o Brasil mais necessita, se colocam na linha de frente do campo de batalha fazendo com que a nossa iludida população rotule tudo que se chame avanço sob a palavra “socialismo” e deste modo a população manipulada por tais crápulas acaba por fazer um desserviço a si própria e a sua Pátria, a isto que tão ferozmente lutam contra os grandes senhores de terra, nós chamamos de “Revolução Agrária” , esta é a urgência que o Brasil necessita para crescer diminuindo a desigualdade, e não somente isto, como também deixar de ser um País de terceiro mundo, por conta desta ameaça constante é que nos controlam os americanos, é exatamente por conta do potencial de crescimento de nosso País, que estes solapam a nossa cultura e não somente isto como roubam as nossas riquezas naturais, além de estarem sempre dispostos a apoiarem toda sorte de golpismos que venham atravancar o crescimento de nosso País, eles porém não fazem isso de mãos atadas e sim com ajuda de brasileiros, sim cidadãos do Brasil, donos de grandes fábricas, grandes senhores de terra, que negociam a honra e a dignidade de nosso povo em favor de benefícios financeiros para si próprios. Diante desta escabrosa situação perguntamo-nos como resolve-la? Eis a a resposta sensata, através da união do trabalhador brasileiro em torno da construção de um novo Brasil, cidadãos com um espírito consciente lutando não contra as máquinas e muito menos contra quem as opera, mais sim lutando contra o espírito que rege o sistema na qual as grandes corporações operam, este espírito não é outro senão o do atraso e do retrocesso, pois, seja no século XIX ou no XXI a burguesia escravocrata continua tendo o mesmo espírito agindo de acordo com o seu tempo, os tais que hoje se vestem com toda pompa e aferem belos discursos se lhes fosse permitido em menos de um quarto de tempo recolocariam as crianças das famílias pobres para trabalharem como escravas e morrer nas fábricas, os mesmos que falsamente falam em educação, privariam os filhos dos mais humildes do estudo, nós precisamos lutar contra toda esta gente maléfica que não age senão sob o espírito do demônio, nosso Senhor Jesus Cristo nos ensinou a caridade e a piedade, ele nos ensinou o repartir e condenou a usura, os grandes capitalistas ao revés dos ensinamentos do Cristo apregoam a lei do mais forte, a falsa moralidade e o falso senso de que o dinheiro tudo pode fazer e por ele tudo pode ser feito, isto é um ledo engano, porém valendo-se de sua grande avareza os grandes capitalistas estimulam e especulam toda sorte de crises e guerras que lhes seja favorável economicamente, o nosso mundo padece por causa do amor desenfreado ao dinheiro que trás consigo todos os demais males, ainda que uma pessoa não seja Crista, ou seja, não viva segundo as leis do Cristo que condena o apego ao dinheiro, ela será uma vitima do sistema negro que envolve o mesmo, de modo que se você deseja ser livre desta mazela deve começar a lutar contra ela nas bases, e isto se faz amando seu País, filiando-se ao seu sindicato trabalhista e por fim fazendo-se valer de seus direitos e deveres além é claro de utilizar de todos estes meios para lutar contra o desigual sistema do capital.

*Opinião de: Wagner Barbosa, Organizador e atual Presidente do Núcleo Gonçalense da Frente Integralista Brasileira.

Por Cristo,  pela Nação e pelo bem de todos nós Anauê!

 

Compartilhar na rede

Artigos Relacionados

Postagens por data

abril 2018
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Patrocinadores

Anuncie aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui
Anuncie Aqui